Operação prende 41 pessoas nos 16 municípios do Amapá

  • Presos durante a operação são investigados ou já condenados pela Justiça
    Presos durante a operação são investigados ou já condenados pela Justiça - Philippe Gomes
O maior número de prisões ocorreu em Macapá, Santana, Oiapoque e Laranjal do Jari.

41 pessoas foram presas nesta quarta-feira, 11, durante a Operação #P16, deflagrada pela Polícia Civil do Amapá. Os alvos são pessoas investigadas ou já condenadas pela Justiça, envolvidas, principalmente, em homicídios, tráfico de drogas, roubos e latrocínios.

O maior número de prisões ocorreu em Macapá, Santana, Oiapoque e Laranjal do Jari. Dos 41 presos, oito foram em flagrante e 33 decorrentes do cumprimento de mandados judiciais. Também houve apreensão de duas armas de fogo e drogas.

A operação – que recebeu este nome por ocorrer em todas as cidades amapaenses – teve a participação de 120 policiais civis, com apoio de 26 viaturas. A força-tarefa foi coordenada pela Delegacia-Geral de Polícia Civil do Amapá. “Essa é a nossa quadragésima sétima operação somente este ano e já conseguimos realizar 1.449 prisões. Isso é o resultado do empenho dos nossos servidores. Vamos continuar trabalhando para garantir a segurança da população”, destacou o delegado-geral, Uberlândio Gomes.

0 Comentários

Deixe seu comentário

Seu endereço de email não será publicado. Os campos obrigatórios estão marcados com *

Cancel reply

0 Comentários