Mira Rocha e Robson Rocha são condenados pelo TRE-AP

  • Mira e Robson Rocha estão ficaram inelegíveis por oito anos
    Mira e Robson Rocha estão ficaram inelegíveis por oito anos - Arquivo Correio de Santana
Segundo a denúncia, nas eleições de 2014, servidores foram contratados pela Prefeitura de Santana sob a condição de que apoiassem e votassem em Mira Rocha, para deputada estadual.

Em sessão realizada nesta quarta-feira, 31, o Tribunal Regional Eleitoral do Amapá (TRE-AP) cassou o mandato da deputada estadual Mira Rocha (PTB). O prefeito de Santana e irmão de Mira, Robson Rocha (PR), também foi condenado pelas práticas de compra de votos, e de abuso de poder político, de autoridade e econômico nas eleições de 2014. Os dois estão inelegíveis por oito anos, segundo a decisão do TRE-AP, que cassou o diploma e, consequentemente, o cargo de deputada estadual de Mira Rocha.

Segundo a denúncia da Procuradoria Regional Eleitoral, recebida pelo TRE-AP em novembro do ano passado, nas eleições de 2014, servidores foram contratados pela Prefeitura de Santana sob a condição de que apoiassem e votassem nos candidatos Mira Rocha, para deputada estadual, e Marcos Reátegui, para deputado federal, que também foi denunciado, juntamente com Rosemiro Rocha (pai de Robson e Mira) e Antônio Gilberto Souza Paiva, que foi coordenador da Casa da Juventude de Santana e que também teria feito parte do esquema de compra de votos.

Rosemiro Rocha e Marcos Reátegui foram inocentados. Antônio Gilberto foi condenado pelas mesmas práticas dos irmãos Rocha, além do pagamento de multa, no valor de R$ 20 mil. Mira e Robson receberam multa de R$ 53.205,00.

Nas eleições de 2014, Mira Rocha obteve 5.654 votos, 209 a mais que o primeiro suplente, Haroldo Habdon, que recebeu 5.445 votos e deverá ocupara vaga deixada por Mira. A defesa da parlamentar anunciou que vai recorrer ao Tribunal Superior Eleitoral (TSE) e tentar um mandado de segurança com pedido de liminar para suspender a decisão do TRE-AP até que o mérito seja julgado pelo TSE.

0 Comentários

Deixe seu comentário

Seu endereço de email não será publicado. Os campos obrigatórios estão marcados com *

Cancel reply

0 Comentários

Anuncie Aqui